Escolha a
Cidade:

ss
Login
Esqueci a senha

O que você faz

Transforma o mundo.


Voltar

Notícias



06/12/2017 | Seminário Empreendedorismo e Voluntariado: um caminho para a cidadania



Empreendedorismo e Voluntariado: um caminho para a cidadania

"O impacto transformador do voluntariado", com Emanuel

Clovis Roman

Como parte da programação do seminário Empreendedorismo e Voluntariado: um caminho para a cidadania, o ex-jogador de vôlei de praia Emanuel deu uma palestra para falar um pouco sobre sua carreira e relacioná-la ao voluntariado e sua importância inquestionável para a sociedade. A atividade aconteceu no auditório Barão do Serro Azul, no campus da Unibrasil, no dia 05 de dezembro. Intitulada "O impacto transformador do voluntariado", a apresentação foi calcada na apresentação do atleta e em suas experiências e anseios de vida, que o levaram a inúmeros títulos no esporte e a missão de ajudar o próximo.

O sonho de ser atleta surgiu quando ele assistia as Olimpíadas de 1984, vendo a geração de prata do vôlei em ação. Anos mais tarde, Emanuel iniciou sua carreira na modalidade areia, e chegou ao ouro olímpico. Mesmo com o estrelato, o esportista nunca deixou de se doar aos outros. "Quando se fala em voluntariado, você pensa em ajudar o próximo. E isto é o que nossa sociedade mais precisa. Você desenvolve as pessoas com o ato de você se doar a elas", declarou o atleta em entrevista concedida após a atividade.

Entre os pontos abordados, Emanuel falou sobre como as escolhas da vida influenciam todos ao seu redor. Há sempre dois caminhos, e o mais difícil é o que nós leva ao amadurecimento como ser humano. E nisto entra a questão altruísta de ser voluntario, de ser uma peça importante na sociedade como um todo. Emanuel cumpre esta função sendo embaixador do vôlei, sempre se fazendo presente em atividades relacionadas a este esporte, como jogos estudantis. Aos 44 anos, Emanuel Fernando Scheffer Rego é membro ativo da comissão de atletas do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Federação Internacional de Vôlei (FIVB), Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), Ministério dos Esportes e Agência Mundial Antidopagem (Wada). O curitibano também é diretor do setor de esportes olímpicos do Fluminense.

Em suas experiências como atleta, Emanuel presenciou realidades diferentes que mostram como o voluntariado é essencial. Nas olimpíadas na Grécia, ele constatou como muitos dos voluntários estavam atrás de benefícios, tanto que o número deste grupo diminuiu consideravelmente durante o evento. No Rio de Janeiro, durante os jogos Pan Americanos de 2007, entretanto, ele se deparou com uma situação completamente diferente. E esta inclinação do brasileiro a ajudar os outros deve ser incentivada: "Primeiro a pessoa tem que saber o que faz bem à ela. Quando você sabe o que te faz bem, você vai ser voluntário nessa coisa. Há pessoas que são boas no esporte, outras em ensinar. Você precisa identificar primeiro o que você gosta de fazer", declara. E quem se identifica mais com o esporte já tem um rumo a seguir: "Toda a federação esportiva tem um ramo da área de trabalho do esporte específico para este tipo de coisa, para indicar onde tem ONGs esportivas", conclui o atleta, dando o caminho inicial para se entrar de cabeça no mundo do voluntariado.

O Seminário Empreendedorismo e Voluntariado: Um caminho para a cidadania, contou com o patrocínio da Fomento Paraná, apoio do Centro Universitário UniBrasil, Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude de Curitiba, FAE Business School e Instituto Legado.

    Nenhum evento cadastrado

CLASSIFICADOS SOCIAIS >> ver todos

  • Voluntário setor

    ...

    Leia mais(+)
  • Cadastro de Notas Fiscais

    Lançamento de notas fiscais no site "Nota Fiscal Paraná"...

    Leia mais(+)
  • Comunicação social -

    Assessorar a Instituição na elaboração e disparo de releases para imprensa tendo...

    Leia mais(+)

Últimas no Twitter

Centro de Ação Voluntária de Curitiba - Todos os direitos reservados - Termos de uso